5 motivos para incentivar seu filho a brincar

Sabemos o quanto nos preocupamos com a saúde e bem estar dos nossos filhos. Mas quando se trata de diversão, não damos a importância necessária para essa parte tão significativa no desenvolvimento dos pequenos. Listamos abaixo 5 pontos que vão te ajudar a compreender melhor todos os benefícios do “brincar”.

  1. Brincar libera hormônios essenciais para a criança


Brincar produz aumento da ocitocina, da endorfina e da dopamina. A ocitocina é o “hormônio do amor”, e sua liberação cria um ambiente de conexão profunda. A endorfina tem ação analgésica e, ao ser liberada, estimula a sensação de bem-estar físico e mental, o que faz dela uma fonte natural de energia e motivação (é relacionada a exercícios físicos). A dopamina, relacionada a atividades com propósito verdadeiro, é uma das principais fontes de prazer nos seres humanos.

  1. Auxilia na socialização


Na brincadeira em família, a construção das regras auxilia na socialização e é um estímulo à interação entre pessoas e à convivência harmoniosa. Aqui mais uma vez o benefício é para todos, sobretudo para os indivíduos com estilo de comportamento reservado e tímido, porque na interação eles conseguem expor a si, a seus pontos de vista e sentimentos.

  1. Ajuda no desenvolvimento mental


A brincadeira é a atividade básica da criança, é nela que os pequenos elaboram suas questões, organizam o raciocínio e fazem a junção de conhecimentos de fontes diferentes, gerando aprendizado — que pode ser usado em diversas esferas da vida, inclusive na idade adulta (habilidade de resolver problemas e de negociação, só para citar alguns exemplos).

  1. Desenvolve amadurecimento


Auxilia a transicionalidade da criança. Funciona assim: ao pegar um brinquedo — que é concreto —, quem brinca coloca ali algo de subjetivo, de seu. Isso auxilia a criança a sair do egocentrismo (natural do início da vida) e a caminhar em direção a seu amadurecimento.

  1. Estimula a criatividade


De acordo com a Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e Caribe), 65% das crianças de hoje terão empregos que ainda não existem. Assim, o exercício de construção do mundo de “faz de conta”, quando aprendido na infância e usado por toda a vida, se torna cada vez mais essencial.

Com toda essa informação fica mais fácil dosar a diversão na vida das crianças, não é? Quer mais dicas para pais e atividades exclusivas para seu filho? Segue o Sloth nas redes sociais e baixe o app!